As Tabelas de Impostos nos sistemas 4U


Uma informação útil antes de começar: este vídeo também possui as mesmas explicações sobre a tabela de imposto, mas caso prefira pode ler o artigo abaixo.

Em nossos sistemas a parte fiscal do cadastro do produto fica num módulo separado, denominado Tabelas de Impostos. Este módulo pode ser acessado no menu notas fiscais, conforme imagem abaixo:

imagem do sistema

Nosso sistema trabalha desta forma por 2 motivos. O primeiro é permitir a troca de forma mais fácil caso precise emitir notas com situações diferentes para um mesmo produto. É possível, por exemplo, que sua empresa necessite utilizar CSTs e CFOPs diferentes para um esmo produto caso ele entre em uma NF-e interna e em outra interestadual. Além disso, o segundo motivo é agilizar o ajuste das informações fiscais quando houverem mudanças nas leis. Imagine que possui uma base com 5 mil produtos e precisa alterar a alíquota de ICMS de metade deles. Se esta metade já está vinculada a tabela de imposto correta basta ajustar esta tabela.

A tabela de imposto pode ser previamente selecionada no cadastro do produto, conforme imagem abaixo.

imagem do sistema

Existem 3 campos, sendo um para NF-e modelo 55 dentro do estado (operação interna), um para NF-e modelo 55 fora do estado (operação interestadual) e outro para NFC-e modelo 65 e SAT CF-e (cupom fiscal eletrônico de São Paulo). Se deixar os campos pré-configurados, conforme emitir as notas o sistema captura as tabelas automaticamente.

Entretanto, é natural que comecem a surgir algumas situações especiais, como uma devolução de mercadoria, por exemplo. Nestes casos poderá criar tabelas extras para estas situações e trocar a tabela apenas na nota onde esta situação ocorre. Isso pode ser feito alterando a nota, na aba PRODUTO E SERVIÇOS DA NOTA, alterando os produtos. Na tela onde altera o produto verá o campo alíquota, onde seleciona a tabela, como na imagem abaixo.

imagem do sistema

Uma informação final: caso troque algum percentual na tabela de imposto é necessário alterar e salvar um a um os itens da nota, além da própria nota. Isso faz o sistema recalcular usando as novas alíquotas.